• 14/09/2023

    Após aquisição e retomada da produção, cervejaria do Grupo EZOS quer ampliar presença nacional

    Fabricação das cervejas Saint Bier, Coruja, Barco e Catarina foi normalizada nos últimos meses e objetivo do negócio para o futuro é de expansão

    Após uma retomada efetiva da produção nos últimos meses, a cervejaria do Grupo EZOS, detentora das marcas Saint Bier, Coruja, Barco e Catarina, quer ampliar a presença nacional de todos os seus rótulos. Com o trabalho que vem sendo desenvolvido desde o anúncio da aquisição da empresa pelo grupo econômico - em maio deste ano –, a fabricação das bebidas foi normalizada e o objetivo para o futuro passou a ser o de expansão.

    Conforme o gerente de Operações da Cervejaria, Roberto Pacagnan, logo após a aquisição da empresa pelo Grupo EZOS, a preocupação inicial foi com o cliente, abastecimento do mercado e manutenção da marca e da qualidade do produto. “Pensando nisso, concentramos os esforços na contratação e reestabelecimento da cadeia de representantes e vendedores, analisando o mercado e retomando a produção. Contratações foram necessárias, de forma que todos os setores contassem com profissionais qualificados”, explica.

    Atualmente, de acordo com Pacagnan, a operação está estabilizada, com praticamente 100% dos fornecedores e parceiros continuados e as redes de clientes e distribuidores crescendo dia após dia. “Neste cenário, projetando um crescimento contínuo por meio de investimentos, com a otimização de processos e foco em inovação, a cervejaria terá a capacidade de dobrar a sua produção em poucos meses, garantindo um abastecimento seguro do mercado”, completa.

    Crescimento em conjunto

    Os planos de crescimento da empresa caminham lado a lado com o fortalecimento do próprio Grupo EZOS que, unindo fortes negócios na estrutura do grupo econômico, promove também uma grande capilaridade de distribuição do mix das cervejas produzidas na fábrica de Forquilhinha (SC).

    “Nossas cervejas são destaque e a retomada da produção não trouxe apenas a satisfação dos funcionários, mas sim de todos aqueles que são apaixonados pelas marcas. Com os ajustes necessários implantados e em operação, nosso foco está na expansão da comercialização das marcas para todo o território nacional, possível graças à sinergia, logística e abrangência de outros produtos comercializados pelo Grupo”, ressalta o CEO do Grupo EZOS, Ricardo Regado.

    VOLTAR
  • Assuntos relacionados:

    Relacionados:

    Imagem da notícia

    23/05/2024

    Na produção de cervejas artesanais, o importante papel do malte

    Leia Mais
    Imagem da notícia

    16/04/2024

    Cerveja e chope: diferença em detalhes, mas características marcantes

    Leia Mais
    Imagem da notícia

    25/03/2024

    Com viés sustentável, Cervejaria do Grupo EZOS investe em logística reversa

    Leia Mais