• 06/10/2021

    Alunos da APAE de Morro da Fumaça visitam museu da Fumacense Alimentos

    Estudantes, que fazem parte do Centro de Atendimento Educacional Especializado da instituição, aprenderam sobre a logística do arroz e a história da empresa

    Esta semana foi a vez dos alunos do Centro de Atendimento Educacional Especializado (Caesp) Bem Me Quer, da Apae de Morro da Fumaça, visitarem o Museu da Fumacense Alimentos. Os estudantes, que estão na primeira fase do Programa de Educação Profissional, conheceram um pouco mais sobre a logística do arroz e a história da empresa, bem como do Grupo EZOS – do qual a indústria passou a fazer parte desde o ano passado.

    O museu, que foi inaugurado em 2020, já está recebendo a visita de escolas da região, bem como da comunidade em geral, mediante agendamentos. Seguindo todas as medidas de prevenção contra a Covid-19, os alunos puderam visualizar todas as etapas que o grão passa – desde que chega na empresa até o empacotamento –, por meio de uma maquete automatizada.

    “É sempre muito bacana receber os alunos e a comunidade no museu da Fumacense Alimentos. Poder contar toda a história da empresa, que contribui com a economia da cidade, além da partilha de conhecimento, é muito gratificante” ressalta uma das sócias proprietárias do grupo econômico, Cláudia Mezzari Gorini.

    Os estudantes, com idades entre 14 e 17 anos, estavam acompanhados da professora da disciplina, além da coordenadora pedagógica. “Nessa fase do curso, para que eles possam ter um entendimento maior sobre o mercado de trabalho, nós estamos fazendo sua aproximação com as empresas do município. E, desde que o museu foi inaugurado, eu tinha vontade de poder trazer eles aqui”, conta a professora Danúbia Olinda Sartor Recco.

    A própria história da Fumacense Alimentos serve como ensinamento e inspiração, segundo Danúbia, por se tratarem de duas pessoas que começaram comercializando arroz em um negócio que, hoje, se tornou uma empresa com abrangência nacional. “Isso é muito importante, para que eles possam valorizar as pequenas coisas, os pequenos cargos. Nem sempre iremos começar com o melhor trabalho, mas podemos evoluir e alcançar posições maiores”, completa.

    VOLTAR
  • Assuntos relacionados:

    Relacionados:

    Imagem da notícia

    29/11/2021

    Com investimentos em qualidade, Fumacense Alimentos garante excelência do produto final

    Leia Mais
    Imagem da notícia

    05/11/2021

    Grupo EZOS em luto pela morte do colaborador Luiz da Silva Alves

    Leia Mais
    Imagem da notícia

    29/10/2021

    Da plantação à mesa: como funciona a cadeia de suprimentos do arroz?

    Leia Mais